Webmail:

Aviso!!!
As informações contidas abaixo são de sites externos, à Paranaguá Pilots apenas disponibiliza em seu portal para fins de informação e divulgação. Assim sendo isenta-se de qualquer responsábilidade sob seu conteúdo, ou mesmo disponibilidade.

Publicado em 06/09/2013 18:21:46 por DeLeon - Assessoria de imprensa da Paranagu Pilots | Tags: rodovia , transporte , frete , # , #

Uma BR com 7.500 quilmetros

"Transporte martimo de cargas pela costa brasileira pode reduzir preo do frete e evitar que milhares de caminhes percorram distncias continentais"

Legenda
Washington Lus, presidente da Repblica deposto em 24 de outubro de 1930, vinte e um dias antes de terminar seu mandato por um golpe militar orquestrado por Getlio Vargas, dizia que governar construir estradas. Era o prenncio de um caminho pavimentado 26 anos depois, quando Juscelino Kubitschek se tornou presidente do Brasil e, para atrair grandes montadoras de veculos, transformou um pas de dimenses continentais em um territrio de vocao rodoviria. A inclinao do Palcio do Planalto para beneficiar a indstria automobilstica atravessou os anos 1960, o fim do sculo XX e continuou at os recentes incentivos fiscais para a aquisio de carros no atual governo.

Calcula-se que haja mais de 1 milho de empresas de transporte rodovirio no Brasil, responsveis por 63% da movimentao de mercadorias de onde so produzidas para onde so consumidas, mesmo que o trajeto envolva milhares de quilmetros, a um custo mais alto em comparao com outras modalidades, como a cabotagem, a navegao feita entre portos do mesmo pas, que responde hoje por menos de 10% da matriz de transporte nacional, o equivalente a 201 milhes de toneladas anuais.

A concorrncia na indstria e na agricultura h muito tempo deixou de ser entre cidades e passou a ser entre pases. Precisamos ter custos logsticos para conseguir competir com nossos concorrentes internacionais. um trabalho conjunto entre empresariado e governo e uma opo para conseguir reduzir esses custos usar esse recurso fornecido por Deus: a BR Atlntica, afirmou Joo Arthur Mohr, consultor do Conselho de Infraestrutura da Federao das Indstrias do Estado do Paran (Fiep), na abertura do 1 Seminrio Nacional de Cabotagem e Intermodalidade no Paran, organizado em Paranagu, em 29/8/2013, pelo Instituto de Diplomacia Empresarial, Marketing de Cidades e Unicultura (Idem), com o apoio da Paran Pilots Servios de Praticagem, entre outras empresas.

A BR Atlntica a que se referiu Mohr so os 7.500 quilmetros navegveis da costa brasileira, uma estrada martima que j est pronta para o uso, sem gastos com construo nem com desapropriao. A cabotagem pode ser uma alternativa eficaz enquanto os investimentos decorrentes do novo marco legal dos portos no so concludos, avaliou Ado Proena, assistente de planejamento da Empresa de Planejamento e Logstica (EPL), a estatal incumbida de orientar o desenvolvimento da infraestrutura do Pas.

Segundo Gustavo Costa, gerente de cabotagem da Aliana Navegao e Logstica, esse modal apresenta vrias vantagens em relao aos demais, porm mais demorado. Essa foi a principal razo para a cabotagem praticamente deixar de ser usada no final dos anos 1980 at meados da dcada de 1990, quando o Brasil viveu seus piores momentos de inflao e cada dia a mais para entregar uma mercadoria acarretava significativo prejuzo financeiro. Hoje a situao mudou e, segundo o Instituto de Logstica e Supply Chain (Ilos), para cada continer transportado por cabotagem, h potencial para outros trs, disse Costa. Projeo apresentada no seminrio por Edson Dalto, tcnico do Departamento de Transporte e Logstica do Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), tambm baseada em estudo do Ilos, mostra estimativa de crescimento de 7,6% ao ano para a cabotagem at 2021.

Ainda h muitas amarras burocrticas no caminho da expanso da cabotagem. Osvaldo Agripino de Castro Jnior, advogado especializado em regulao, enumerou algumas, como o desembarao da carga ser o mesmo das mercadorias destinadas ao comrcio exterior, quando deveria ser equiparado s normas do transporte rodovirio, j que a carga transita dentro do pas, como nos caminhes. Os problemas no so dos portos, e sim dos rgos de fiscalizao que atuam neles, apontou. Defendo que os usurios de transporte se renam em associaes para exigir o cumprimento dos dispositivos legais existentes, que so bons, mas precisam ser usados, continuou. Se as cargas que jazem nos caminhes falassem, tambm estariam nas ruas participando dos protestos populares.

Fabrizio Pierdomenico, da consultoria Agncia Porto, props que se estendam para a cabotagem incentivos fiscais para a produo de navios ou ento que se reduzam os impostos de importao (hoje de 41%) das embarcaes por 24 meses, enquanto a demanda no puder ser atendida por estaleiros nacionais. Alm disso, defendeu que armadores estrangeiros possam assumir linhas de navegao que no interessam aos nacionais, uma prtica vedada pela legislao atual. Com isso, teramos um choque de oferta de servios de cabotagem, disse Pierdomenico. Segundo os participantes do seminrio, todas as medidas para incentivar o uso da cabotagem podem ser adotadas sem prejuzo para os demais modais. Pouca gente sabe usar a intermodalidade, sentenciou Jos Lus Demeterco, presidente da Brado Logstica, especializada em transporte ferrovirio que usa a cabotagem com freqncia e mantm parceria com a RG Log, uma transportadora rodoviria que requer os prstimos da Brado para fazer com que sua carga de veculos chegue ao Porto de Santos sem atropelos.

Fonte: #

Copyright © - Paranaguá Pilots - Todos os direitos reservados - 2014
Rua Benjamim Constant, nº 111, Oceania - Paranaguá-PR
CHR Group - Development